Professores de Pernambuco presos pela PF por prática de pedofilia na internet


Polícia Federal em Pernambuco informou, no fim da manhã desta terça-feira (25), que os dois alvos da ação contra pornografia infantil na internet no estado são dois professores. Um deles foi preso em flagrante na Zona Norte do Recife. A outra captura efetuada pela ‘Operação Glasnost’ ocorreu em Ouricuri, no Sertão pernambucano. Eles poderão responder em liberdade após o pagamento de fiança.

As prisões ocorreram durante cumprimento de mandados de busca e apreensão. O flagrante foi caracterizado a partir do momento em que os agentes federais encontraram material pornográfico infantil em computadores. Oito policiais participaram da operação no estado. A 'Operação Glasnost' foi deflagrada em 14 estados. Foram 30 prisões.

No Recife, a prisão aconteceu no Alto do Mandu. O professor, de 39 anos, segundo a PF, admitiu ter sido usuário de um site russo onde acessava material pornográfico infantil, bem como outro tipo de pornografia.

O material foi encontrado em um pen drive, os agentes também apreenderam um notebook, dois discos de armazenamento de dados e um celular. Os equipamentos passarão por perícia telemática posteriormente, com o objetivo de identificar todos os arquivos armazenados.

Após autuação em flagrante, os suspeito poderá pagar fiança no valor de cinco salários mínimos, ou seja, R$ 4.685. Depois, fará exame de corpo de delito no Instituto de Medina Legal (IML), na área central do Recife. Em seguida, será liberado. No caso do professor do Recife, a PF ressalta que não mantinha relação sexual e nem molestava crianças.
Tecnologia do Blogger.