OMISSÃO E DESCUIDO: MÃE COM FILHO DOENTE AINDA ESPERA ASSISTÊNCIA DA PREFEITURA DE SERTÂNIA


É impressionante a omissão, o descuido e a falta de humanidade dos que fazem a atual administração municipal de Sertânia. A comunidade sertaniense, bem como todos os leitores dos blogs mais acessados de Sertânia e região, já estão acostumados a observar o descaso para com problemas que são importantes e que refletem diretamente na questão da saúde pública, sobretudo daqueles que mais precisam de poder público ágil e atuante, são denúncias e mais denuncias. Esgotos estourados, falta de medicamentos, alguns postos de saúde de localidades no interior do município abandonados, ruas escuras e sujas, enfim um verdadeiro caos administrativo, enquanto isso, a farra com dinheiro público é denunciado constantemente pelos vereadores do município ao representante do Ministério Público e ao Tribunal de Contas, no entanto, o que estão fazendo com a senhora Roseane, mãe de Samuel, é um verdadeiro absurdo.
Pois bem caro leitor, logo depois que denunciamos aqui, através de vídeo(ver vídeo) a total omissão da prefeitura de Sertânia com relação ao caso de Dona Roseane e seu filho, que naquela oportunidade estava precisando de uma cirurgia e que por pura irresponsabilidade haviam cortado o carro que seu filho fazia tratamento no Mens sana na cidade de Arcoverde e depois de terem prometido durante a campanha m verdadeiro “Céu de brigadeiro”, o prefeito apressou-se para oferecer uma assistência ao menino Samuel, que sofre de paralisia cerebral e que estava precisando urgentemente fazer uma simples cirurgia de fimose. Marcado o dia para que ela e seus filho fossem a Recife, a mesma não pode ir por problemas particulares, ficando para a prefeitura marcar um outro dia, e pasmem sertanienses, passados dois meses, nada lhe foi comunicado e seu filho está novamente muito doente de infecção urinária.
“Venho acompanhando o calvário dessa mãe, ela tem corrido com esse filho e agora está em casa há quase dois meses esperando pela “boa vontade” do prefeito de Sertânia para prestar assistência digna a seu filho. Até quando? Vão esperar que seu filho morra para ir lá? A omissão é grande, a prefeitura tem que fazer a sua obrigação. Vou procurar um médico amigo meu para tentar resolver essa questão que a prefeitura não consegue resolver, mas vamos também procurar o MPPE para formular uma denúncia. Isso não pode continuar”, disse um sertaniense indignado, que tem acompanhado a luta de Dona Roseane.
“Mandaram eu esperar em casa que me ligavam e já se foram quase dois meses e nada. Tenho direito a umas fraldas para meu filho e já entreguei a requisição e também já se passaram quase dois e nada. O remédio estou tendo que comprar, pois na última vez que foi buscar no posto de saúde não tinha. Estou pedindo a todos que me ajudem, meu filho está precisando urgentemente”, disse Dona Roseane bastante emocionada e triste com a situação que enfrenta com seu filho e a total omissão do prefeito.
O site Tribuna do Moxotó, bem como a web rádio Tribuna do Moxotó, vai encabeçar uma campanha para que as pessoas ajudem Dona Roseane e seu filho. Quem conhecer um médico ou alguém ligado a saúde de outras cidades que ajudem. O vereador Damião até se prontificou na época a ajudar,  mas quando soube que a prefeitura havia se pronunciado resolveu aguardar e observando agora a omissão por parte da prefeitura também vai cair em campo para tentar resolver a questão do filho de Dona Roseane.
Vamos fazer um novo vídeo (veja o que fizemos antes) com uma entrevista com Dona Roseane para tentar sensibilizar os que fazem parte do poder público, sobretudo o poder público municipal.
Vamos aguardar providências!! 
Tribuna do Moxotó
Tecnologia do Blogger.