CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS. VEREADOR EMITE NOTA SOBRE "VENDA DE MERENDA" EM ESCOLA DE RIO DA BARRA


E a polêmica continua a respeito da questão da acusação feita pelo vereador Dóia, sobre a venda da merenda na escola na Escola municipal Escola Municipal Coronel Ernane Gomes de Araújo(VER AQUI), situada em Rio da Barra. O parlamentar redigiu uma nota e ratificou sua acusação e nela questionou a postura da equipe gestora da escola em proceder erroneamente e no inicio do evento vendendo a suposta merenda. Segundo o vereador algumas mães o procuraram e denunciaram o fato, o que foi atestado em conversa com alguns alunos.
 
O fato é que tudo isso ficou muito mal explicado e colocou a equipe gestora da escola numa grande saia justa. Existem até conversas de que a diretora daquela unidade escolar foi, após a denúncia feita pelo parlamentar municipal, de sala em sala para saber quais foram os alunos que compraram a galinha com xerém no intuito de devolver o dinheiro, fato este contado pelos próprios alunos e mães deles. "Ela chegou na minha classe(sala) e perguntou quem havia comprado o xerém com galinha e meu colega e eu dissemos que sim que compramos, e ela mandou que a gente fosse na secretaria que ela iria dar o dinheiro de volta. Não fomos", contou um aluno de uma das turmas que a diretora visitou no outro dia da denúncia.
 
"Ela agora pegou até assinaturas de professores dizendo que foi doação. Todos sabem que não foi e se foi doação por que ela não continuou vendendo e depois que ouviu-se um zum zum zum entre as mães falando sobre essa venda ela parou de vender e começou a dar de graça?:", disse uma das mães presentes no evento da escola.
 
Mas vamos a nota do Vereador Dóia sobre essa polêmica:
 
CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS
 
Caro Blogueiro:
 
Emitiram uma nota de esclarecimento sobre a denúncia que fiz no plenário da Câmara de Vereadores de Sertânia a respeito da festa Junina da Escola em Rio da Barra, Sobre a venda do Xerém e galinha sendo da merenda vinda para a escola.
 
Procurei saber dos fatos, e relatos com testemunhas do evento, fui informado que o lanche foi pão com salsicha e suco disponibilizado pela a escola para todos, e o Xerém estava na barraca! Algumas mães criticaram porque aquele fato nunca teria acontecido, e ficaram conversando entres elas.
 
Esse "zum zum" chegou no ouvido da diretora, que imediatamente começou a disponibilizar o Xerém com galinha de graça. E divulgar muitas vezes que teria sido doação dos professores os referidos alimentos. O que eu questionei foi: porque logo no início do evento foi vendido? 
 
Tive relatos também de professores e até de alguns alunos, que a diretora, passou de sala em sala, perguntando a respeito da festa junina, se os alunos gostaram, até chegar no ponto de perguntar se algum comprou Xerém com galinha, e dois alunos levantaram a mão, ela rapidamente falou: "passem na secretaria que vou devolver o dinheiro".
 
Na mesma nota cita "A grande questão é "Ciúmes político" do parlamentar, por haver outro vereador da base do Governo que reside naquela localidade e que também é professor daquela unidade de ensino". Ciúmes de que eu pergunto? Ciúmes de uma pessoa que tenta trazer algo, "só tenta mesmo" quando está na situação. Não sinto ciúmes de uma pessoa assim! Eu não espero está na situação não, porque quando tenho que fazer algo, se eu não consegui no governo municipal, faço com recursos próprios. Sua unidade de ensino é um exemplo disso, e você sabe muito bem.
 
Essa é a verdade!!
 
Vereador Dóia.
Tecnologia do Blogger.