VEREADOR CHAMA COLEGAS DE FRACOS POR TEREM DERRUBADO UMA LEI QUE ELES MESMOS APROVARAM E QUE BANE O VERDE E BRANCO DA NOSSA BANDEIRA


VEREADOR VINO VERAS CHAMA VEREADORES QUE APROVARAM LEI QUE BANE O VERDE E BRANCO DA BANDEIRA DE SERTÂNIA DE FRACOS E SUGERE QUE PREFEITO CORROMPEU VEREADORA
O vereador Vino Veras na última reunião subiu o tom do seu discurso. Dizendo que estava com raiva e triste pela situação que ora vive o atual legislativo municipal. Segundo ele sua sua decepção é geral.
"Acho que o legislativo municipal tem que ser autônomo, aprovando só as leis que seja de interesse do povo. Estou muito triste com essa legislatura atual onde vejo falhas de alguns vereadores", bradou da tribuna da Câmara o vereador Vino Veras.
"Estou decepcionado com a classe política, do alto escalão, presidente, governador, senador, deputados estaduais e federais a vereador. Nossas instituições estão falidas, desmoralizadas, através desses maus políticos que se corrompem através de propina em dinheiro, por cargos ou interesse próprios, esquecendo de interesse do povo, sendo subserviente aos interesses daqueles que o corromperam", desabafou o parlamentar municipal.
Em alusão ao que ora ocorre no nosso poder legislativo, onde subservientes, os vereadores esquecem que deviam defender os interesses do povo, na verdade, defendem os seus interesses e do seu chefe-mor.
"Ângelo Ferreira, eleito pela terceira vez em Sertânia e nesse mandato atual não se contendo só com a prefeitura, corrompeu a nossa companheira Magaly e também tomou a Câmara para si, colocou nas mãos do seu irmão, que faz o que quer aqui dentro. É pena senhores vereadores vocês serem fracos", esbravejou o vereador Vino Veras.

E questionando os seus colegas sobre a aprovação da lei que cassa o verde e branco da nossa bandeira para dar lugar a uma outra cor, o vereador disse o seguinte: "Como é que pode senhores, vocês aprovarem uma lei em 2013 e agora a mando do chefe, ilegalmente sem justificativa constitucional revogar essa lei????", indagou demonstrando indignação e tristeza  Vino Veras.
"O Vereador Luiz Abel, autor da Lei 1.483 que padronizada os prédios públicos municipais com as cores da nossa bandeira do município verde e branco foi aplaudido por todos inclusive por vossa excelência, vereador Ivan e foi naquela oportunidade aprovado por unanimidade. E vocês simplesmente porque o senhor prefeito mandou um projeto de Lei e como estão com a maioria aqui nesse poder revogaram. Isto é uma desmoralização, isso é uma vergonha para o nosso poder", continuou o seu discurso desabafo. O vereador ao final do discurso lembrou que o município tem uma lei de sua autoria que obriga o município ter em todos o interior dos prédios públicos a bandeira municipal e desafiou: "mande ele revogar essa lei e vocês vão aprovar e abolir a nossa bandeira do município", disse ele em tom provocativo. "Vou fiscalizar para ver se essa lei está sendo obedecida", completou.
A cor vermelha já pode ser vista, substituindo as cores verde e branca. Nossa bandeira agora é mera peça ficcional!
O discurso do vereador Vino Veras repercutiu enormemente e feriu mortalmente o poder legislativo municipal, pois mostra o nervo exposto daquele poder, que deveria ser independente mas não é,  mostrando exatamente o que todos já sabiam: o poder legislativo municipal de Sertânia está entregue a uma clã, sendo apenas o quintal do poder executivo, e que conta com vereadores subservientes e tal qual marionetes, manipulados e levados pelas benesses do poder, sempre, balançando a cabeça e estando a mercê do seu chefe-mor no momento e na hora que ele quiser.
Triste episódio para a história política de Sertânia. Parabéns ao vereador Vino Veras pelo seu discurso corajoso e arrojado. A população agradece a sua CORAGEM!!   
ASSISTAM O VÍDEO DO VEREADOR VINO VERAS NO SEU DISCURSO INFLAMADO NO ÚLTIMO DIA 8 DE JUNHO DE 2017 
Do tribuna do moxotó
Tecnologia do Blogger.