Principal rio de cidade da Zona da Mata de Pernambuco está a um metro de extravasar, alerta agência


A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu, nesta segunda-feira (29), um alerta para um possível extravasamento do nível do Rio Una no município de Barreiros, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. Segundo o órgão, falta um metro para o rio atingir a cota para extravasar. O aviso tem o objetivo de que a Defesa Civil do município retire das áreas de risco os moradores que ainda persistem em ficar nas margens do Una.

"Acompanhamos os níveis dos dois rios do município, o Carimã e o Una, que agora está a um metro da cota de extravasamento. Embora o Una seja o principal, o Carimã também contribui para as enchentes e os transtornos que ocorrem na cidade", afirmou o diretor-presidente da Apac, Marcelo Asfora.

Barreiros é um dos 15 municípios que estão em estado de calamidade após as fortes chuvas que castigaram a Zona da Mata e o Agreste, entre o sábado (27) e o domingo (28). Ao todo, a chuva deixou 30 mil pessoas desabrigadas e desalojadas e dois mortos no estado, além de dois desaparecidos.

No domingo, a Defesa Civil de Barreiros contabilizava mais de 180 pessoas desalojadas de suas casas e 40 famílias desabrigadas. Os moradores de oito bairros que ficam às margens do rio foram retirados de suas casas.
No domingo (28), o aumento no nível do Rio Una em Palmares, também na Zona da Mata Sul de Pernambuco, levou a Defesa Civil a realocar moradores das áreas ribeirinhas do bairro São Sebastião para abrigos temporários.

Em Rio Formoso, na mesma região do estado, até um hospital foi invadido pela água. A previsão da Apac para esta segunda-feira (29) é de chuvas fracas a moderadas em todo o litoral do estado, especialmente na Zona da Mata Norte de Pernambuco.
Tecnologia do Blogger.