ABANDONO DO CEMITÉRIO DE RIO DA BARRA É DENUNCIADO POR VEREADORES DE SERTÂNIA


O início da nova e ao mesmo tempo ‘velha’ gestão do prefeito de Sertânia, Ângelo Ferreira (PSB), vem sendo marcado pelo ‘caos’ administrativo em todas as áreas. A redação do Diário de Sertânia recebeu mais uma denúncia, desta vez, feita pelos vereadores Doiá, do PSD, e Vando do Caroá, do PC
A Prefeitura de Sertânia, na gestão do ex-prefeito Guga Lins, adquiriu um novo terreno, na intenção de aumentar o espaço do cemitério do Distrito de Rio da Barra, criado há décadas e lotado com centenas de jazidos. O cemitério atende além de Rio da Barra, outras comunidades, entre elas, o povoado de Waldemar Siqueira.
A nova gestão, comandada pelo prefeito Ângelo Ferreira, simplesmente abandonou o local, deixando em situação de abandono alguns túmulos já enterrados no novo cemitério. “A falta de manutenção é um complicador a mais para as famílias que têm parentes sepultados. No local, o mato cresceu e está tomando conta do lugar, encobrindo os túmulos e praticamente impedindo as pessoas de caminhar entre as sepulturas”, disse o vereador Dóia.
O vereador Vando falou sobre essa situação. “A responsabilidade de manutenção do cemitério e dos túmulos é da Prefeitura de Sertânia, através da Secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, mas o prefeito simplesmente abandonou o que facilita o vandalismo e dificulta a conservação. Vamos levar essa denúncia à tribuna da câmara e esperamos que a Prefeitura resolva esse problema”, afirmou.

Esperamos que após essa grave denúncia o Prefeitura realize a manutenção, pois é um absurdo que isso aconteça. Através do e-mail diariodesertania@hotmail.com deixamos o espaço aberto para qualquer explicação.
Tecnologia do Blogger.