SÓ PRA CONTRARIAR: VEREADOR DIZ QUE NÃO HÁ VIOLÊNCIA EM SERTÂNIA


Depois da pérola dita pelo vereador José Ivan, que em seu pronunciamento na rádio local disse que o povo tinha que ser mais inteligente e ostentar menos, guardar seus bens materiais, como se isso aguçasse a "vontade" do ladrão, partindo da premissa de que a ocasião faz o larápio, agora foi a vez do vereador e presidente da câmara Antônio Henrique, "Fiapo", dizer que em Sertânia não há violência e que está tudo bem, contrariando assim, toda população sertaniense que angustiada, pede socorro às autoridades constituídas para que busque um jeito de minimizar a violência que vive nossa cidade.
"Não vejo Sertânia uma cidade violenta. Há questões pontuais de alguns assaltos, mas violência em Sertânia não há, a gente anda tranquila aqui a noite, agora de vez em quando tem umas "coisinhas" que a polícia descobre, querendo descobre", disse o vereador, alfinetando os policiais, demonstrando que em sua opinião, quando a polícia quer resolve. Como assim vereador? E se fosse um parente seu que estivesse na mira de um revólver sendo violentamente abordando por bandidos??? Hein, vereador??
Seria muito bom que antes de ter a preocupação de defender o caos que ai está na segurança pública em Sertânia e em todo Estado, o vereador procurasse saber como se encontra a situação dos policiais em Sertânia. Contingente resumido a dois ou no máximo três policiais, sem telefone no pelotão, sem internet (só tem porque os policiais militares pagam do seu bolso), para se comunicar, usam o seu próprio celular, Delegacia sem delegado titular e agente suficientes, caindo aos pedaços, enfim, no sacrifício. Não existe essa coisa "QUERENDO DESCOBRE", o que existe de fato, é um governo omisso e incapaz de resolver problemas estruturais, não só na segurança pública, mas em todas as áreas. Já se sabe, e talvez o vereador desconheça, que os policiais que estão no curso de formação, pouquíssimos virão para o interior, ficando na área metropolitana. Além do mais, senhor vereador, como reivindicar alguma coisa para Sertânia na área de segurança junto ao seu governador com um discurso desse: "NÃO VEJO VIOLÊNCIA EM SERTÂNIA". Tenha santa paciência, a população não merece isso!
Interessante é que em seu discurso, o vereador ainda disse que o Brasil inteiro enfrenta violência, certo, certíssimo, mas estamos em Sertânia e a população apenas espera que como presidente de um poder legislativo, ele tenha a responsabilidade de reconhecer que a comunidade, a sua comunidade a qual ele representa, anda aterrorizada e que isto vai além de política partidária, vai além de discurso apenas para contrariar os que não estão do seu lado e agradar o governador, que é do seu partido. Vai muito mais além vereador, trata-se de vida, a  vida de cada cidadão sertaniense, que nessas “coisinhas” que ocorrem de forma “pontuais”, pode perder o seu bem mais precioso: A VIDA. Tem que se reconhecer, ter a grandeza de reconhecer, que a Segurança Pública está a deriva e o povo clama por solução e não por falácias que não leva a nada e não resolve o que Sertânia vive com relação a insegurança.
tribuna do moxotó
Tecnologia do Blogger.