“Jornal Nacional” ignora morte de Russo, ex-assistente de palco da Globo


O principal telejornal brasileiro, o “Jornal Nacional”, ignorou a morte de Antônio Pedro de Souza e Silva, o assistente de palco mais conhecido como Russo. Ele, que fez parte da história da Globo, teve sua morte ignorada pelo principal jornal da emissora na qual fez história.

Para se ter uma ideia, o jornal dedicou espaço de um minuto para noticiar a morte do ator britânico John Hurt, mas deixou de lado Russo, que faleceu na manhã deste sábado por complicações decorrentes de infecção pulmonar.
Na internet, muitos dos usuários notaram a audiência do falecimento de Russo entre as manchetes do “JN”. “O “Jornal Nacional” nem citou a morte de Russo. Misericórdia”, comentou uma internauta.
Histórico
Vale lembrar que esta não é a primeira vez que o “Jornal Nacional” é envolvido em uma polêmica do gênero. No ano passado, internautas questionaram o porquê do jornalístico não ter noticiado o atentado de um fã à apresentadora Ana Hickmann.
O caso atual, no entanto, é visto como mais sério, por se tratar de um nome que fez parte da história da Globo.


Tecnologia do Blogger.