A transposição do rio São Francisco e os entreves e melhoria para o povo


Como fazia um trabalhador do passado, marcava o compromisso de trabalhar a semana inteira com seu contratante, isso no roçado por volta das décadas de 80 a 90, tinha deles que se comprometia com mais de um proprietário e acabava não indo trabalhar com nenhum, um verdadeiro tratante, como se falava na linguagem rural. A mesma coisa, mas com formato diferente, vem sendo tratado a entrega da transposição das águas do Rio São Francisco, obra de grande valia para os estados de Pernambuco, Paraíba, Ceará e o Rio Grande do Norte.
Veja uma matéria publicada em: http://g1.globo.com/ pb/paraiba/noticia/2016/10/transposicao-do-rio-sao-francisco-na-pb-chega-905-de-execucao-fisica.html 18/10/2016 14h29 – Atualizado em 18/10/2016 15h34
“A estrutura física do Eixo Leste do projeto continua prevista para ser entregue em dezembro de 2016, segundo o Ministério da Integração Nacional, para que as águas do rio corram pelos canais ao longo do próximo ano. A entrega da estrutura do Eixo Norte está prevista para 2017. Após a chegada ao Açude Poções, a água segue pelo Rio Paraíba percorrendo mais 130 km até chegar ao Açude de Boqueirão, que atende Campina Grande. É estimado que esse trajeto dure no mínimo um mês, de acordo com o Ministério da Integração Nacional.  Ainda de acordo com o Ministério da Integração Nacional a obra que vai receber as águas do Eixo Leste vai beneficiar aproximadamente 631 mil habitantes no Agreste paraibano. O empreendimento é executado pelo Governo da Paraíba com orçamento de R$ 1 bilhão, sendo R$ 955,7 milhões de recursos federais e R$ 117,7 milhões do estado”.
Veja minha gente a quebra de compromisso do governo federal para a finalização desta obra, simplesmente por que querem fazer mais uma campanha em 2018, enquanto isso, ficam brincando com o nosso sofrimento. Só sabe o tamanho da aflição sem água nas torneiras quem esta vivendo este dilema. A falta de vontade e péssima representatividade que temos no congresso nacional e câmara dos deputados produzem dias e mais dias interinais de sofrimento, os senadores e deputados que nos representam não estão preocupados com a nossa situação ou não tem força política suficiente para resolver o tão grave problema dos nordestinos.
“Carros-pipa – atualmente, 424.126 pessoas de 168 municípios paraibanos são atendidas por 1.106 caminhões. O Ministério da Integração Nacional informou que investiu, de janeiro até setembro deste ano de 2016, R$ 507,04 milhões para abastecimento de água da Paraíba por meio da Operação Carro-Pipa Federal”.
http://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2016/10/transposicao-do-rio-sao-francisco-na-pb-chega-905-de-execucao-fisica.html 18/10/2016 14h29 – Atualizado em 18/10/2016 15h34
Podemos observar é uma total falta de gerenciamento na obra do século que vai beneficiar aproximadamente 12 milhões de nordestinos. A pergunta que não deixa para trás: se fosse para beneficiar o sudeste ou o sul do Brasil esta obra talvez já estivesse concluída. A chamada indústria da seca tem beneficiar muita gente, talvez com o desvio de vergas destinadas a este fim, em diversas esferas de todo o projeto da operação carro-pipa, uma verdadeira vergonha e falta de humanidade por parte dos governantes aproveitadores de situações de emergência e sofrimento do povo nordestino.
Ainda estamos sofrendo com as longas estiagens em nosso sertão por que o governo é inteligente e tem uma boa equipe, mas não soube planejar e prever a situação de calamidade que está acontecendo no nordeste, ou sabia que poderia ter lucro, mesmo a custa do sofrimento dos nordestinos. Vou repetir, só faltou planejamento dos nossos representantes na esfera federal. Falta de capacidade administrativa ou pouco interesse em nos representar de forma elegante e cordial, ou mesmo falta de vergonha administrativa em quase todos eles.
Francisco Inácio de Lima Pita
Tecnologia do Blogger.