POR QUE TODOS OS HOMENS COM MAIS DE 45 ANOS DEVEM, SIM, FAZER EXAMES DE PRÓSTATA

Um em cada seis homens será acometido por um câncer na próstata ao longo da vida. Até este momento, não há medida terapêutica para evitar os casos da doença. Esse câncer só pode ser curado quando descoberto precocemente. Diante dessa situação, portanto, os especialistas passaram a indicar exames anuais da próstata para todos os homens com mais de 45 anos. O toque prostático e dosagens do PSA no sangue, realizados conjuntamente, não são infalíveis, mas suficientes para dar mais segurança a esses homens. Todos os homens com mais de 45 anos devem se submeter a essa avaliação.
A incidência do câncer da próstata aumenta significativamente quando o pai, os irmãos ou ambos são portadores do mal. Nesses casos, o tumor se manifesta em idades mais precoces. Por isso, homens com histórico familiar devem realizar exames de próstata anualmente ainda mais cedo: a partir dos 40 anos.
De forma inesperada, em 2011 a US Task Force , órgão do governo americano, posicionou-se contra a realização de exames preventivos de próstata. O argumento, na época, foi de que tal rotina podia identificar casos de câncer indolente, que acabam sendo tratados sem necessidade.
Confesso que nem eu nem a maioria dos especialistas em urologia compreendemos bem essa recomendação. Estudos repetitivos demonstraram que entre 15% e 20% dos casos de câncer da próstata descobertos em exames rotineiros são do tipo indolente. Em compensação, 25% já são avançados, de difícil controle, e 60% têm doença agressiva, mas curável se identificada mais cedo.
Por isso, se você preza sua vida, não hesite em procurar seu médico anualmente. Muito menos deixe de discutir com ele a necessidade de tratamento e o tipo de terapia, se, por infortúnio,  um câncer for identificado em sua próstata.

Tecnologia do Blogger.